O brasileiro. Na média, com tendências simiescas. Poeticamente insano. Tropicalmente escrôto. E abençoado por Deus… ou por qualquer divindade conveniente. Pois é.

O brasileiro é um tipo estranho. Parece que, ao acordar e ir na direção do espelho, toma contato com uma realidade bem diferente do mundo real em que vive. Olha a imagem refletida e os sentidos notam um certo ar europeu. Um pouco inglês, um pouco francês. Enxerga em si mesmo um toque de perfeição …

O brasileiro. Na média, com tendências simiescas. Poeticamente insano. Tropicalmente escrôto. E abençoado por Deus… ou por qualquer divindade conveniente. Pois é. Leia mais »

Uma dúvida

Pronto, o lixo de propaganda na TV correndo solto. Tanta merda sendo falada. Por exemplo, as críticas do PT contra o Temer. Só lembrando que não sou favorável a nenhum partido atual, portanto, sou isento de qualquer opinião favorável em direção qualquer que seja. Então, vamos lá = até onde acompanhei eleições nas últimas décadas, …

Uma dúvida Leia mais »

Propaganda eleitoral. Tá osso.

Eis que um partido político está inovando geral: REBELIÃO. Já não bastava o baixo nível geral na política brasileira (e no país mesmo), temos agora esse “novo” discurso de banheiro de botequim… rebelião… Acredito que, certamente, por conta de algum imbecil do partido ter sido apresentado ao Dicionário Aurélio e, nele, encontrar o verbete relacionado. …

Propaganda eleitoral. Tá osso. Leia mais »

Eleições 2018. Ou… meu país é uma comédia.

Pouco importam, prá mim, as argumentações ideológicas (e partidárias)… engraçado mesmo é assistir telejornais e, conforme são informadas as atividades dos canditados presidenciais, notar que um deles tem uma característica que o eternizará na história do país: não fez campanha pois está devidamente engaiolado. Podem espernear, podem chiar, podem clamar que seja justo ou injusto. …

Eleições 2018. Ou… meu país é uma comédia. Leia mais »