Arquivos Mensais: dezembro 2017

“… foi tanta força que eu fiz por nada…”

Eu lembro que quando ouvi, chapei.

Motivos eu tinha. Foram anos fazendo força, traçando um rumo (em parceria). E… NADA.

Pouco me importam os motivos do Leoni ao compôr. Os motivos, afinal, eram os dele mesmo. Eu tinha os meus. Eu fico no meu canto, quieto. E apenas admirando a perfeição expressada nessa letra. Ele no momento dele enquanto compunha e escrevia essa música & letra. E eu, no meu momento de então… apenas ouvindo e admirando nele o que, em mim, não existia: talento.

Foi tanta força prá transmitir “algo”. Muita força. Ao final, o resultado: porra nenhuma.

Continue lendo »